Um sócio para o América?
 DESORGANIZADA AVACOELHADA
 FÓRUM DA AVACOELHADA AMÉRICA MG
 PROPOSTAS !
 Um sócio para o América?
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 938 visitas e 6 mensagens
Autor
Tópico: Um sócio para o América?
Careca Americano
Usuário Nivel 5

Postagens: 5131
Registro: 26/06/2011
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 75 anosSexo Masculino
 Postado em 28/11/2012 11:45:00 AM

A dificuldade de se gerenciar um clube com parcos recursos financeiros se agrava pela maneira absolutamente discriminatória com que a rede Globo, dona das séries A e B, administra a colossal verba que põe à disposição dos participantes.

Essa política, aparentemente justa sob o estrito senso dos negócios, (maior verba para os times de maior IBOPE televisivo), ao invés de reduzir, acaba por aumentar a distância entre os clubes maiores e os recém chegados.

Deixo claro que não estou sugerindo uma verba idenêtica para todos os clubes, mas valores que permitiriam aos que ascendessem, ao menos competir com mais chances de permanecer na série A.

A se manter essa política, teremos reduzidos a 4 ou 5 os clubes com chances reais de aspirar ao título.

Porém não se pode dar uma de avestruz. A realidade é essa, no Brasil, na Espanha (onde há no máximo 3 competidores reais pelo título), e na maior parte do mundo do futebol.

Mss esse não é o assunto em questão.

O que vale é a constatação, à cada dia maior, que cair e subir repetidamente passa a ser antes de tudo uma questão de dinheiro.

O América, como membro do grupo de candidatos a ascendência a série A, sofre, e muito, com essa limitação.

Como então romper o círculo vicioso da verba exigua e formação de um time à altura para se manter vivo na série?

Repito então o que postei no tópico "Companhias em 2013 para a série B", e em posts mais antigos.

Minha idéia, que proponho ao phorum para debate, consiste na tentativa de se conseguir um financiamento estrangeiro através de sociedade com um investidor.

O Brasil é um manacial de craques, e o América tem lastro para mostrar nessa área.

Aliado ao patrimônio do clube, aí incluido o Indepa, naturalmente, sua história (afinal são 100 anos), um port-folio dos jogadores revelados que jogam e jogaram na seleção (à começar pelo Tostão, com foto vestindo a camisa do América), não creio que fosse impossivel encontrar um grupo árabe disposto a investir.

Com sabedoria, poderiamos negociar o investimento, pela permuta por jogadores revelados.
Algo semelhante ao que fizemos com o Feyernoord, mas em escala maior.

O que são 10, 20 ou mesmo 30 milhões de dólares para um investidor? O preço de um jogador mediano na Europa...

Façam um belo folder e uma apresentação em Power Point, em INGLÊS naturalmente,(a Filadélfia faz isso com um pé nas costas), marquem uma reunião com os principais investidores em Londres (o mundo está cheio de gente com contatos nessa área, inclusive brasileiros) e mandem alguém com poder de decisão no clube e FLUENTE EM INGLÊS para a apresentação.

Estou certo que apareceriam propostas...

Aguardo manifestações.




IP LogadoPróxima Mensagem
Johnny
Usuário Nivel 5

Postagens: 8698
Registro: 06/05/2002
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 48 anosSexo Masculino
 Postado em 04/12/2012 4:35:00 PM

Careca,

Sem querer ser o estraga-prazeres, mas isso já foi tentado algumas vezes na história do América. Dessas várias vezes, a primeira e única que deu certo até hoje foi com os holandeses, se não me engano através do Luis Grecco (é isso mesmo?).

Lembro-me que o Baltazar também tentou com clubes portugueses e, se não me engano, há pouco tempo atrás tentou-se novamente com outros clubes da Europa.

Não é uma tarefa fácil e uma apresentação no PowerPoint é o de menos.

O que dificulta muito, a meu ver, é que o meio ambiente do futebol brasileiro é completamente hostil a um investidor estrangeiro: tem muita coisa nas entrelinhas, muita coisa que não está no papel, tem muito interesse político envolvido e muita, mas muita gente picareta "trabalhando" com futebol (inclusive na Europa). Quando, por exemplo, um presidente da CBF deixa a entidade pela porta dos fundos, sob denúncia de corrupção pesada, um potencial investidor naturalmente se afasta.

Mais ainda, o América (e as empresas brasileiras em geral) não tem o grau de transparência que um potencial investidor, ainda mais sendo estrangeiro, exige para entrar numa negociação.

Enfim, acho que é um caminho para o América tentar seguir, uma porta que devemos sempre bater. Mas a falta de credibilidade no futebol brasileiro em geral atrapalha muito.


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Careca Americano
Usuário Nivel 5

Postagens: 5131
Registro: 26/06/2011
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 75 anosSexo Masculino
 Postado em 04/12/2012 5:34:00 PM

Johnny,
Naõ sabia que estava redescobrindo a pólvora...

Acompanho o América há tantos anos e nunca soube de algo semelhante ao que sugerí.

Isto corrobora o que você comenta sobre a transparência.

Mas vc tem razão quando debita parte da dificuldade de encontraramos um parceiro à desmoralização e desporganização do futebol brasileiro.

Tal realidade acaba de fato fechando as portas.

Porém, como vc, acho que deveremos seguir tentando, e a Copa do Mundo poderá abrir uma enorme oportunidade para nós, que teremos como mostrar o clube, seu estádio e todo o restante do patrimônio, incluindo o CTLD, para uma platéia que maneja os cordões do mundo do futebol, e tem bala na agulha.

E nesse ponto, ouso crer que estamos em vantagem em realação aos nossos competidores: pelo tamanho do clube e história de resultados que temos, somos um investimento barato, e com chances sérias de um retorno rápido do capital..

Imagino hoje a cara dos dirigentes do Feyernoord ao ver o Fred na seleção, recebendo o título de maior jogador do Brasileirão.

Temos lastro, oferecemos o melhor custo/benefício.

Mas pergunto: o América está se preparando convenientemente para receber as visitas que nos proporcionarão o evento?

Já sabe a quem convidar, já tem um esboço dos pontos a negociar, já tem um elemento com conhecimento do América e do mundo do futebol ou vai deixar tudo pra última hora?

Como diz o MADRUGA: VAMOS AGUARDAR...

Obrigado por responder.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Santos
Usuário Nivel 5

Postagens: 3978
Registro: 07/05/2002
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 51 anosSexo Masculino
 Postado em 21/09/2015 2:16:00 PM

Careca, se algum diretor comprar esta ideia e precisar de ajuda com o inglês, me coloco à disposição para ajudar, pois sou fluente na língua. E, quando digo fluente, não me limito a somente casos comuns, onde as pessoas conseguem entender e se fazer entender, com uma certa dificuldade. Como muito já sabem, eu morei, estudei e trabalhei nos EUA. Portanto, conheço bem a gramática e tenho bom vocabulário. Quando voltei, fiz provas em várias escolas para lecionar inglês e passei em todas. Só não me tornei um professor porque acabei recebendo uma boa oferta na minha área de formação.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Careca Americano
Usuário Nivel 5

Postagens: 5131
Registro: 26/06/2011
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 75 anosSexo Masculino
 Postado em 27/09/2015 4:41:00 PM

Do site oficial:
"KOUROS MONADJEMI FALA AO CONSELHO DO AMÉRICA"

Trechos:
"Ex-presidente do Minas, criador da Liga de Basquete e negociador da parceria com NBA passa conhecimento aos americanos"
"Em evento bastante concorrido, contando com a presença de 90 Conselheiros, dentre outros convidados, aconteceu na noite desta quarta-feira (23/9), na Sede Administrativa ‘Afonso Celso Raso’, no Boulevard Shopping, a reunião que abriu as discussões do projeto ‘O América no Futuro’."
"O encontro foi uma iniciativa de Antônio Baltazar, presidente do Conselho Deliberativo do América Futebol Clube, que propõe a criação, em curto espaço de tempo, de infraestrutura e processos com planejamento estratégico para multiplicar o número de torcedores."
"Emocionado, Kouros Monadjemi comentou como começou seu amor ao América e destacou a presença de vários amigos."
"Antes de se colocar à disposição para ajudar o América no seu dia-a-dia, Kouros respondeu a perguntas dos presentes. "

Comento: Por que as coisas do América não são convenientemente informadas aos torcedores, com o destaque que merecem?

Conheci o Kouros nos meus 19 anos, e ele, se não me falha a memória, trabalhava no City Bank, agência da Espirito Santo com Goiás.

Seu currículo no esporte e seu preparo, (poliglota, já falava grego -de origem - além de inglês), e tem um retrospecto de relacionamento esportivo e gerencial à nível internacional que, no Brasil, se conta os dedos da mão direita.

Não teria faltado á palestra, fosse convidado.

E teria perguntado a ele qual a sua opinião de ter o América um sócio capitalista. Alguém levantou o tema?

Não vejo no Brasil pessoa mais indicada para conduzir esse processo.

Competência e experiência não lhe falta. Ao contrário, sobra.

Hora de o América aproveitar seu administrador/torcedor para dar início a um projeto que, a meu ver, seria a redenção do América.

http://www.americamineiro.com.br/?p=10233

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Careca Americano
Usuário Nivel 5

Postagens: 5131
Registro: 26/06/2011
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 75 anosSexo Masculino
 Postado em 06/05/2016 5:17:00 PM

Mensagem original postada por Careca Americano Pode até ser pueril, mas vou correr o risco. (na minha idade tudo é permitido... )

Por que o América não negocia com o Estado a administração do Indepa através de um contrato de parceria com o Banco Intermedium, nosso patrocinador master, o mais envolvido e entusiasmado com o América dentre os últimos que colocaram sua marca sobre nosso manto, em substituição à BWA?

Essa associação poderia envolver até o direito de uso dos “naming rights” do Indepa, que passaria a se chamar "Arena Inrtermedium", coisa que também interessa ao Estado.

Através da administração conjunta do Estádio, uma vez eliminada a fanfarronice do ex-presidente do Atlético que afastou o Cruzeiro e o jogou nas mãos da administradora do Mineirão ao se intitular "dono" do Indepa, o Internemdium pode ampliar o seu uso, atraindo o time azul para os jogos de público inferior a 25.000 pessoas.
O baixo custo comparado ao Mineirão é argumento poderoso.

Acredito que uma das razões da baixa receita da BWA foi a sub utilização do estádio, causado justamente pela sua associação ao CAM, que acabou se tornando quase um contrato de exclusividade. Perdeu o maior trunfo de melhor receita: o uso do Indepa pelos 3 clubes de BH.

Qualquer receita que ultrapassasse o investimento mensal do Intermedium seria dividida entre os sócios na base de 50/50%.

E vou mais longe:
O América trocaria a renda de seus jogos pelas despesas fixas do borderô (na verdade já paga para jogar) dando ao Intermedium o direito a TODOS os ingressos por jogo, que poderiam ser subsidiados pelo Banco ou até distribuídos de graça aos torcedores. (na verdade essa última parte já começou a ser feita, ainda que de modo eventual)
E em contra partida teria garantida a presença de um número muito maior de torcedores no Estádio

E o que fazer com o sócio torcedor se o ingresso poderia ser de graça?
Acredito que poderia ter seu número ampliado, desde que se dê a ele prioridade de localização no estádio, por exemplo, o uso exclusivo dos dois níveis superiores de arquibancada, da entrada sem fila e outras vantagens que nosso Marketing poderia bolar.

Não tenho nenhum conhecimento de valores no mercado da Publicidade, mas meu bom senso me diz que é algo a ser considerado pelo patrocinador.
O Intermedium receberia enorme visibilidade, que poderia se mostrar um excelente investimento

"Um bom negócio é aquele em que ambas as partes saem ganhando"

Viajei na maionese?


IP LogadoMensagem Anterior
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis