POVO, NAÇÃO, DIALETO, TRIBO???
 PROGRAMA NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 Cultura e lingua Bantu
 POVO, NAÇÃO, DIALETO, TRIBO???
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 1098 visitas
Autor
Tópico: POVO, NAÇÃO, DIALETO, TRIBO???
Dandarê
Membro Pleno

Postagens: 210
Registro: 19/07/2005
Local: Salvador -Bahia - BA - BrasilSexo Feminino
 Postado em 15/09/2005 4:49:00 PM

Mokoiú

Entendo que o povo de santo deve ter perseverança e sempre mais amor pelo Candomblé para superar todas as dificuldades, adversidades que se impõem naturalmente neste país contra todos nós.

Por conta da profissão de Professora, a qual exerci por 39 anos, desde os 17 anos de idade, sei perfeitamente que a maioria do povo de santo não pôde chegar até um bom nivel de escolaridade, em que além de saber ler sabe interpretar o que lê.

Quem está entre nós, são privilegiados, porque, pelo menos puderam adquirir a maquininha que acaba com as distancias e possibilita a todos o conhecimento. Basta acessar o Google, o Altavista, o Yahoo e espantamos a ignorancia.

É um misto de alegria e ansiedade para ensinar, que sinto quando percebo que algum irmão QUER APRENDER E GOSTA DE LER. Primeiro é preciso querer e quando se gosta ... o mais vem por conspiração universal.

Para todos os irmãos que apreciam a leitura de textos educativos, segue esse aí que nos esclarece sobre "nossas coisas".


POVO, NAÇÃO, DIALETO, TRIBO???


O termo POVO não tem um significado definido cientificamente, sendo muito variadas as acepções que dão ao mesmo.

Normalmente nos referimos como POVO à todo grupo, considerado por si mesmo ou pelos demais como diferenciado, podendo ser em cada caso, diferentes razões desta diferenciação: língua, história, religião, raça etc.

Cada povo é conhecido por diferentes nomes: pelo nome que se intitulam, pelo que os vizinhos o conhecem, por sua língua, pelo nome que se tornou popularmente conhecido, pelo nome da região que habita, no singular ou no plural, como por exemplo:
dizemos povo Congo (Kongo), porem podemos usar também o termo Quicongo (Kicongo, como se usa em Angola em português e que faz menção à língua Kicongo; ou Bakongo, (plural) de pessoas do Kongo enquanto que o singular é Mukongo.

Enfim, existem muitos nomes diferentes que identificam um povo, o ideal é se usar sempre o mais comum.

Atualmente na África usa-se o termo ETNIA, evitando-se a utilização do termo TRIBO pela carga racista e xenófoba que carrega.

As vezes se utiliza indistintamente os termos POVO e NAÇÃO, este ultimo com uma conotação mais política que antropológica, quando se quer denotar a manifestação de uma consciência política coletiva.

“Banto é o termo português que designa um grande grupo de 2.000 línguas e dialetos negro-africanos.

O termo foi usado pela primeira vez em 1862, pelo filólogo alemão Willem Bleek, que o empregou para caracterizar aqueles falares nos quais a palavra que nomeia os seres humanosna África, é sempre, com pouquíssimas variações – ba - ntu (singular= mu - ntu ), sendo ntu o radical e ba o prefixo plural.” Dicionário Banto do Brasil, de Nei Lopes pág.19.

Os numerosos estudos que comprovaram o parentesco existente entre as línguas bantas levaram a uma extensão de sentido que se traduz hoje no emprego do termo “banto” como substantivo e adjetivo. Desta maneira, é comum, usual e correto utilizar o termo banto para identificar tudo o que diga respeito aos Bantos, como por exemplo: o mundo banto(masculino), as culturas bantas (para o feminino).

No Brasil, considera-se racismo entre os intelectuais, a tentativa de procurar reduzir todas as línguas africanas à condição de “dialetos”, porque entre os estudiosos de Línguas, ( att. eu sou apenas uma Pedagoga curiosa), é sabido que um dialeto nada mais é que uma variação que determinada língua apresenta de uma região para outra; ou um falar regional dentro de uma comunidade onde predomina um falar mais amplo de onde aquele se originou. Nesta perspectiva, o Português falado no Brasil é que poderia ser considerado um dialeto desdobrado em várias formas subdialetais!!! E não, o Kimbundo, o Kikongo ou o Ovimbundo que são línguas e possuem suas respectivas variantes regionais.

Tanto na Fonética, quanto na Morfologia e na Sintaxe, as línguas bantas influenciaram decisivamente a língua que se fala hoje no Brasil, sem termo de comparação ao quase nada da influência nagô.

A ótica eurocentrica e a debilidade intelectual brasileira diante de sua própria língua, têm permitido por tanto tempo a insuficiência de dicionários em que estejam presentes os inúmeros vocábulos bantos que estão imbricados em nossa língua, responsáveis por nos distanciarmos cada vez mais da condição de netos da língua do Latio (o Latim, pai do Português, avô da Língua Brasileira).

As vezes fico pensando... será que o termo preconceito não substituiria bem o termo debilidade?

Com carinho
DandarÊ


IP Logado
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis