Comportamento diferenciado do Iniciado
 PROGRAMA NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 O programa
 Comportamento diferenciado do Iniciado
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 594 visitas e 12 mensagens
Autor
Tópico: Comportamento diferenciado do Iniciado
Makota Lembanilé
Membro Junior

Postagens: 74
Registro: 21/03/2005
Local: RIO DE JANEIRO - RJ - Brasil
Idade: 41 anosSexo Feminino
 Postado em 24/10/2005 6:16:00 PM

Pange Dandare

Bela postagem!

Que sirva de exemplo para todos .. desde makotas e kambandus.. até muzenzas e tatas....

Tenho reparado mais no que me rodeia e repensando meus "achismos", percebi que as diferenças no tratamento dentro da hierarquia faz-se necessário. Não que se vá humilhar as pessoas, longe disso! Mas, mostrá-las o quanto é importante dar respeito e valor tanto ao seu próprio nkise quanto ao nkise daquele que o fez e daquela inzo que o acolheu!

Um conselho que ouço dos meus pais carnais durante toda minha vida até agora (e sempre!) e que serve muito bem para o que "percebi" : "Respeitar, para ser respeitado! Nunca ultrapasse os limites, pois é nesse momento que você fere os direitos, sentimentos e limites do outro!"



IP LogadoPágina AnteriorPróxima Mensagem
Dandarê
Membro Pleno

Postagens: 210
Registro: 19/07/2005
Local: Salvador -Bahia - BA - BrasilSexo Feminino
 Postado em 27/10/2005 9:58:00 AM

MIMENEKENU BANTU

Obrigada pelas palavras Makota.

O "perfil" de muitos Terreiros tradicionais está mudando, sutilmente levado pela sua clientela atual. Muitos destes clientes entram para fazer santo e no convivio vão questionando certos assuntos e com a instrução que carregam, vão aprimorando, aperfeiçoando, adequando os conceitos antigos sem contudo perder de vista a importancia da manutenção da tradição a qual é "nguzo" é "hamba", assim como a menga o hálito, o suor, o cheiro, o toque, as atitudes, os comportamentos, palavras, gestos, enfim... são elementos do "hamba" .

Manter a tradição é fundamental sem duvida, mas, em muitas discussões deixa-se de explicar que mante-la, não é ir busca-la como novidade lá atrás num passado que não é meu, não é da minha casa, da minha inzo, do meu unzó, do meu terreiro!!!!... no meu entendimento, "manter a tradição", é sinonimo de "identidade cultural da minha inzo" sem perder de vista a importancia de aceitar a evolução (no sentido de sempre melhorar, crescer, aperfeiçoar) natural dos conceitos.

Antes (lá atrás no passado), a vidas dos negros era muuuuito mais dificil!!!! então, logicamente, para sobreviver era preciso ser resistente a qualquer tipo de adversidade: às intempereis da vida, do clima, das necessidades pessoais, do humor dos Senhores, a tudo. Como se sabe que "quem com o mal se acostuma dele sente falta" o que eles nos deixaram é o que temos; tudo no candomblé é de trabalho árduo, braçal, cansativo, sacrificante, imolador da carne da pessoa. Mas quem passa pelo estágio sacrificial de Muzenza com obediencia, resignação, contrição, humildade e respeito a hierarquia, pode-se afirmar que está preparado para "o que der e vier". Seja o que for, ele será capaz de enfrentar com dignidade.

Uma mulher como eu que só andava de sapato alto, já fiz santo coroa (na faixa dos 40), já carregava minhas vaidades no trato pessoal com muito apego, foi dificil. Mas meu pai não abriu mão para mim de nada. Eu não sabia andar de pés descalços... meus pés viraram duas chagas, porque lá tem muta área cimentada. No entanto não morri; hoje quando chego lá fico doidinha para tirar o sapato. Ele me diz: lembra do que eu lhe disse? - é preciso aprender a receber da terra a benção, pelos pés. Fazer as coisas debaixo de chuva???? como??? perguntava eu já espirrando e tremendo de frio; a minha mãe Vitória vinha logo para me agasalhar mas meu pai dizia: não minha filha, resista, a chuva é benção e vc não tem nada, os médicos dizem que vc tem alergia e aisso é "infecção psicológica" de tanto pensar!!! Ahhhh! BENDITA CHUVA!!! hoje faço qulquer coisa debaixo de chuva e ainda gosto e agradeço!

É isso minha gente, para tudo tem uma explicação. QUANDO O DISCIPULO ESTÁ PRONTO O MESTRE APARECE. Vale dizer, quando estamos aptos a aprender (qdo espantamos o orgulho e a vaidade de nossas cabeças e dos nossos corações) qualquer coisa ou pessoa nos ensina o que precisamos aprender.

Fiquem em Paz
Dandarê

IP LogadoMensagem Anterior
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão
Páginas: 1 2
Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis