Prepotencia e Rivalidade
 PROGRAMA NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 NOS CAMINHOS DE NZAMBI
 Os Rituais da Umbanda
 Prepotencia e Rivalidade
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 949 visitas e 23 mensagens
Autor
Tópico: Prepotencia e Rivalidade
Tata Jambonan
Membro Junior

Postagens: 78
Registro: 12/07/2005
Local: Belford-Roxo - RJ - Brasil
Idade: 53 anosSexo não informado
 Postado em 22/07/2005 11:16:00 PM

Gostaria de levantar esse tema, que creio nunca ter sido debatido, mais sempre anda ao lado de nossa religião, seje dentro de nossas casas, entre nossos amigos, ou seje dentro do nosso dia a dia.

Será que ser um sacerdote é pisar, querer ser melhor, mostrar que pode?

As X fazem perguntas mais absurdas possiveis, e mostram que ainda não sabem muita coisa, mais sua prepotencia impede que adimita isso.

Será que o sucesso de ter um cargo na vida espiritual substitui o nada da vida civil que conseguiu alcançar ?

Que tal rasgatarmos isso também, nossos antigos eram pessoas humildes e simples, os famosos "PÉ NO CHÃO", não eram nada na vida civil, tinham grandes cagos na vida espiritual, mais ainda sim o sucesso não lhes subia a cabeça, e ainda tinha um grande valor pelos seus semelhantes , como respeito a palavra dada, e respeito ao seu amigo, sem rivalidades, e prepotencia.
Fato de Tanta mistura, todos de todas raizes frequentava os quartos de santo do outro, não se quebrava podre, nem se dizia errado, e sim auxiliavam um ao outro, evoluirmos nas pesquisas, e conhecimentos teóricos, e regredimos nos valores do ser HUMANO.

Será que estou a dizer abobrinhas ou concordam ?

Deixem seus pensamentos quanto a esse tema?

Me condenem, ou me corrijam?

Mais olhem dentro de si própio, a sua volta, em suas casas, em ser circulo de amizades, vejam e comentem.

Respeitosamente, Tata riá Nkise Jambonan.

IP LogadoPróxima Mensagem
Tata Obalumbi
Membro Pleno

Postagens: 220
Registro: 19/07/2005
Local: RJ - RJ - Brasil
Idade: 28 anosSexo Masculino
 Postado em 22/07/2005 11:25:00 PM

Mokoiu a todos.
Pange eu já vejo isso q vc disse sendo vaidade.
Eu não concordo com a vaidade, pq c o nkisi nos deu o cargo ou até mesmo nos escolheu para reprensenta-los aqui no Ixi ''terra'' é pq nós temos algo a seguir e com humildade, até mesmo pq eles confiaram em nós por tanto nos escolheu.
Isso é o q eu acho, caso esteje errado me corrijem.
Kandandu

Tata Obalumbi

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
jafuranga
Membro Iniciante

Postagens: 12
Registro: 22/07/2005
Local: Luziania - GO - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 23/07/2005 4:10:00 AM

Mokoiu Tatas

Concordo com ambos!!!

Hoje em dia oque manda na realidade em muitos os casos, não digo todos, e o dinheiro. Eu vou alí COMPRO meu "decá" e vou sair me exibindo pra todo mundo pois agora sou BABALORI'SÀ.......
Não sei ai Mas aqui em brasilia e oque mais se ve, Zeladores que sabem menos que um iniciado, jogando buzio, se dizendo o dono da verdade só porque tem um cargo.
Já vi tambem Tata Kambono levar baixa de Tata ria nkise por faltar com respeito ao ndumbi... foi mais ou menos essa fraze: se você não se da ao respeito como e que você vai querer exigir isso de quem se da mais ao respeito que você.....

Alem da vaidade tem muito egoismo nessas pessoas, lembro bem das historias que meu finado Tata contava e presenciei algumas coisas sobre a "irmandade",.... não sei fulano vem me ensinar, liga pra Beltrano pede pra vir me ajudar pois não sei lidar com isso...

Creio que esses novos cargos precisavam passar mais ums 3 meses no bakiso e ums 6 de mingui para aprender que nkise e humildade e respeito e não Vaidade e egoismo.

Perdoem os termos utilizados mas e que eu ando com alergia desse tipo de gente.....

Kandandu

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Dandarê
Membro Pleno

Postagens: 210
Registro: 19/07/2005
Local: Salvador -Bahia - BA - BrasilSexo Feminino
 Postado em 23/07/2005 12:46:00 PM

Mimenekenu Jipangi

Mano Janbonã... e depois você diz que se expressa mal hein? VOCÊ SE EXPRESSA MUITO BEM e disse com muita clareza o que eu também penso mano.

Concordo com o Tata Obalumbi quando complementa inserindo a vaidade no contexto que o Senhor expressou, bem como a mana Jafuranga quando complementa com a questão da "compra de decá".

Quando mano Jabonã diz: "Será que o sucesso de ter um cargo na vida espiritual substitui o nada da vida civil que conseguiu alcançar ?", não temos como contestar que isso é um problema que atinge a maioria, infelizmente. Eu complementaria que é um complexo de inferioridade mal resolvido que faz com que o "mago" use amedrontar as pessoas exarcebando-se em brutalidades, mal modos, falta de educação, enfim em prepotencia.

Existem os que de fato são incompetentes porque "compraram" o seu Sakafunã Taramenso, a sua cuia e tentam velar a sua incapacidade sendo INTRATÁVEIS; mas tem outros que cumpriram seu tempo (nunca se sabe ao certo se foram de fato bem orientados), têm raiz, têm instrução superior, mas são igualmente INTRATÁVEIS.

Eu atribuo essas questões, em primeiro lugar a falta de contrição com Zambi Apungo e com a parte divina de nossos deuses, aliada a falta de Etica, cujo o reconhecimento é obrigatório em todas as profissões. No caso dos Sacerdotes do Candomblé, que como tantos outros Sacerdotes, também são profissionais especiais, falta-lhes, além do reconhecimento da Ética, a obediencia às Leis Naturais que regem a nossa religião. Tais Leis, nos foram trazidas pelos deuses primordiais de cada tribo e estão expressas nas historias e lendas contadas pelos nossos antepassados.

Uma das questões mais sérias que vejo para aqueles que, como eu, apoiam os "resgates", é justamente a lacuna que ainda existe para nós angoleiros, pela falta das lições que nos trazem as historias e lendas sobre cada um de nossos Nkici.

Mas se até aqui vivemos e edificamos os nossos Abassás com a nossa "nagotização" , podemos perfeitamente reconhecer as Lendas, Itãs e Orikis dos Orixás Ketu/Gege, e que tão bem nos ensinam como devemos ser uns com os outros para que todos sejamos felizes e prósperos.

Fiquem em Paz
Dandarê



IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Tata Jambonan
Membro Junior

Postagens: 78
Registro: 12/07/2005
Local: Belford-Roxo - RJ - Brasil
Idade: 53 anosSexo não informado
 Postado em 24/07/2005 4:58:00 AM

TextoTextoMukuiu a todos.
Fico feliz com a participação, e aceitação de todos panji, tenho certeza que todos já passaram por essa "arrogancia" de algumas pessoas "mal resolvidas", RSRSRSRSRS.

Mana Dandarê, obrigada pelo seu elogio, é que de tanto ler, vc sabe o que, e aonde, rsrsrs, estou vendo como se expressar melhor, e não cometer equivocos, para uma erronia interpletação, rsrsrs .
Fico contente com o crescimento deste fórum em um todo, com participações de velhos amigos, principalmente a sua mana Dandarê, que me estimulou, e me ensinou muito.


Respeitosamente, Tata riá Nkise Jambonan.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Tata Toindé
Membro Pleno

Postagens: 239
Registro: 20/03/2005
Local: RIO DE JANEIRO - RJ - Brasil
Idade: 39 anosSexo Masculino
 Postado em 24/07/2005 11:46:00 PM

Caro mano Jambonan e amigos....

É lamentável, mas tenho que concordar que tais atitudes se fazem presentes no nosso culto.
Bem como já disse, vejo um templo religioso (de qual segmento for) como uma instituição de ensino onde deixamos de lado os livros e passamos a exercitar o calor humano em nossas aprendizagens.
Por mais que tenhamos os escritos, cada qual aprende sua raiz em sua Inzo, no dia a dia.
Além do mais, a relação que nos liga a um Inzo inicialmente é a espiritual mas com o tempo em que a frequentamos passa a ser a de afinidade também.
Até porque, às vezes, passamos mais tempo com nossos jipanges em nossa Inzo do que fora dela.
Por isso, as atitudes tomadas em relação aos outros marcam quem se faz presente.
E geralmente a prepotencia vem de cima para baixo.
Resultado:
Poucos aguentam e os que aguentam guardam em si um rancor adquirido que se percebe em expressões do tipo: "Eu passei por isso quando era munzenza, agora que já recebi minha cuia, os outros terão que passar tb".
Dessa forma, formamos um círculo vingativo que não tem fim. Pois os que se iniciam agora farão o mesmo no futuro.
Sem contar que muitos preferem abandonar a religião por ir a uma Inzo e ser destratado lá.
Não tiro a razão destas pessoas.
Quantos casos não conhecemos assim.
Acho que a resolução a esta questão tem que partir de cima.
Educar é preciso, e algumas vezes para educar e conduzir para um caminho certo é preciso sim ser ríspido, o que não quer dizer ser desreipeitoso.
Vejo minha Inzo e meus jipanges como membros de uma segunda femília e pelo menos em minha Inzo, procuramos educar com amor e consideração aos mais novos que antes de serem iniciados são pessoas.
O que estou dizendo não é promoção ou propaganda de minha casa, pois quem quiser ir lá as portas estão abertas para ver. O respeito está acima de tudo.
Não vou dizer que não temos conflitos, pois os temos. Não vou dizer que ralhamos, chamamos a atenção, pois o fazemos, mas também sabemos (ou melhor aprendemos) a ter carinho uns com os outros.
Talvez porque lá, Tanto kambandus e makotas, até se confirmarem, passam pelo mesmo tratamento e comportamento de um itangi, desta forma cada qual entende bem o que o outro passa.
Com isso, mano, quero dizer que a mudança para melhorar esta questão acho que tem que partir de nós que estamos numa posição hierárquica mais elevadas.
O mundo sempre nos responde com a mesma moeda que temos em nosso bolso.
Se criamos com respeito, formamos pessoas respeitosas. Se criamos com prepotencia, formamos pessoas prepotentes.
Entendo que um "Mais novo" tem em seu "mais velho" um exemplo a seguir.
Não podemos mudar a todos, mas podemos criar sacerdotes exemplares em nossas casas...
É o que penso....

Kandandu

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
HOLAKEMI
Membro Iniciante

Postagens: 48
Registro: 18/07/2005
Local: RIO DE JANEIRO - RJ - Brasil
Idade: 33 anosSexo Feminino
 Postado em 25/07/2005 3:47:00 PM

mukuiu a todos

O q faço aqui é apenas endoçar as palavras de meu tata ndenge antes de qualquer coisa todos sao humanos com seus erros, acertos e sentimentos .
Educar é realmente na hora certa dar um puxao de orelha , dar carinho e principalmente respeito mutuo , posso dizer com todo certeza q nao ganhei uma inzo ria nkisi e sim uma familia q posso contar sempre q precisar onde brincamos , conversamos , onde ate muitas vezes nossos jipanges sabem mais de nossas vidas do q nosso proprios familiares carnais como meu tata aqui a cima citou nao estamos aqui para nos vangloriar de nada ate pq estamos falando de religiao faço minhas as palavras dele quem quiser verificar os fatos aqui citados nossa inzo estara sempre de portas abertas para recebe- los com muita alegria .

lembrem sempre o muzenza de hj é o tatetu ou mametu de amanha, entao para nao ocorrer os erros do passado cabe a todos começar a mudar os conceitos de educaçao e respeito .

MUZENZA KAFUNJERESI

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Ilma
Membro Iniciante

Postagens: 31
Registro: 20/07/2005
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 60 anosSexo Feminino
 Postado em 28/07/2005 10:38:00 AM

Mukuiu à todos,

Seguindo a linha de pensamento do Tata Toindé, e todos os outros,
na época de hoje temos dentro de uma Inzo pessoas de todo tipo, comportamento e educação, a arrogancia muitas vezes não vem só de cima, as vezes vem também de baixo ,seguindo essa linha imaginária, acho que podemos ajudar esse personagem que está em cima ou em baixo mesmo que estejamos em condição contrária.
Quero dizer que, aquele que está em cima pode ajudar aquele que está em baixo. E aquele que está em baixo também pode ajudar aquele que está em cima.
Como vc pode diminuir a arrogancia do seu Tata, que certamente ele está em alguma situação de acuamento e não tem em quem despejar seus anseios e preocupações, porque não implantar tolerancia ao invés de se armar contra esse comportamento dele?
Essas pessoas que se tornam arrogantes são geralmente pessoas que precisam de ajuda. Não só os filhos passam por problemas comuns, eles também passam pelos mesmos enquanto pessoas humanas.
Que tal trabalhar esse comportamento em nós e neles?

Que a luz de Nzambi se faça presente para todos,
Ilma

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Makota Lembanilé
Membro Junior

Postagens: 74
Registro: 21/03/2005
Local: RIO DE JANEIRO - RJ - Brasil
Idade: 41 anosSexo Feminino
 Postado em 29/07/2005 10:31:00 AM

Mukuiú e meus respeitos ...

Manos, concordo com tudo o que foi postado.

Mas, sem ser pessimista e terminalista, temos que ver o outro lado.. aquele lado que não se amostra para o mundo... somos seres humanos e como já nascemos destinados a passar por certas situações, também já nascemos com uma característica que nos diferencia dos demais homo sapiens: o caráter..

Este diferencial não pode ser posto de lado. Quando viemos ao mundo, tudo já estava traçado, a começar pela família à qual pertenceremos. E, é dela que parte nossa formação moral ou melhor, é a partir dela que se é lapidada nossa formação moral. Todavia, não se pode deixar toda a responsabilidade de tal formação para os que vieram antes de nós, pois eles estão ali como nossos tutores (assim como nossos mais velhos estão para nós) e não são Deuses! Não podem mudar tudo para melhor ... seria o ideal.. mas não tem como estar atentos para lapidar aquele lado da personalidade que está falho.

Mana Ilma, suas palavras sintetizaram alguns pontos, porém na parte de diminuir a arrogância do Tata, vejo que isso não tem como partir dos mais novos e sim daquele que o fez, pois se ele é arrogante, ignorante, prepotente, ele é porque assim sempre foi e não quer mudar, pois seu mais velho não se preocupou com isso.

Mas, graças ao bom Pai, existem pessoas que QUEREM mudar e fazem de tudo para lapidar a si próprio. E, com essas pessoas, nós somos capazes de ajudar a lapidar, pois eles QUEREM...

Quanto ao fato do cargo na religão subir à cabeça de uma pessoa, isso realmente acontece. Uma pessoa pode ser (desculpe a expressão) uma recalcada na vida civil que põe na vida religiosa toda a sua prepotência e arrogância para fora. Todo aquele sentimento de ser inferiorizado vem à tona nesse momento e pobres daqueles que estão subordinados à esta pessoa...

Não acho impossível uma pessoa se redimir... de reavaliar seu comportamento e mudar buscando uma melhor convivência com os demais e consigo, tanto dentro como fora da vida religiosa.

Todos somos mutáveis.... basta querer ... e fazer....

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Ilma
Membro Iniciante

Postagens: 31
Registro: 20/07/2005
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 60 anosSexo Feminino
 Postado em 29/07/2005 10:40:00 AM

Mukuiu,

Concorodo c/ vc mana, mas durante nossa trajetória na existencia, aprendemos tanto c/ mais velhos como c/ mais novos.

Os mais novos interferem e muito no apredizado do mais velho também.

Que a paz de Nzambi se faça para todos.

Ilma


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Página
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão
Páginas: 1 2 3
Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis