Cadelinha estuprada e morta em Piracicaba...
 Gatolândia
 Gatolândia
 Outros bichinhos
 Cadelinha estuprada e morta em Piracicaba...
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 1434 visitas e 3 mensagens
Autor
Tópico: Cadelinha estuprada e morta em Piracicaba...
Débora
Demarcando território

Postagens: 751
Registro: 29/12/2004
Local: Vitória - ES - Brasil
Idade: 36 anosSexo Feminino
 Postado em 09/01/2006 4:55:00 PM

Como se não bastasse a pretinha que foi arrastada no pára-choque do carro por um imbecil, aqui vai mais uma notícia triste de Piracicaba :


CIDADE » NOTÍCIAS - Jornal de Piracicaba

05/01/2006 » 22h35

Polêmica - Violência a animais é debatida

Integrantes da SPPA conversaram ontem com seccional


A morte de uma cadela de rua na Praça José Bonifácio no último sábado continua causando polêmica na cidade. Diretores da SPPA (Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais) estiveram reunidos na tarde de ontem com o delegado Luiz Henrique Zago, titular da Delegacia Seccional de Piracicaba, para entender os motivos que fizeram com que o desocupado Wagner Samuel Pires, 23 ––acusado de maltratar e matar a cadela–– não esteja preso.

O crime foi testemunhado por Israel Jesus da Silva, 47, servente do banheiro masculino da praça, que estranhou a demora de Pires ––que havia entrado no banheiro com a cadela no colo. Segundo Silva e testemunhas que estavam no local, o desocupado violentou sexualmente a cadela antes de matá-la.

A ocorrência foi registrada como crime de dano (artigo 163 do Código Penal), que prevê a detenção de um a seis meses para quem destrói, inutiliza ou deteriora coisa alheia. “Perante o Código Penal o animal é uma coisa, porque não é ser humano. O cão morreu, por isso registramos a ocorrência como crime de dano.

Se ele sobrevivesse, poderíamos registrar como crueldade contra animal. Não pudemos prender o acusado em flagrante porque o cão era de rua e não tinha dono”, diz Antonio Chiarelli, delegado que registrou a ocorrência. A explicação foi a mesma dada por Zago aos diretores da SPPA na reunião de ontem.

O artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais ––Lei nº9.605/98–– prevê detenção de três meses a um ano e pagamento de multa para quem praticar abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena é aumentada em até um terço se ocorrer a morte do animal.

Segundo Chiarelli, o desocupado se encontra na condição de suspeito. “O fato de termos registrado a ocorrência como dano não impede que a Promotoria adote outra interpretação ao fato e enquadre Pires na Lei de Crimes Ambientais”, afirma.


*******************************************

A gente se sente de mãos atadas... quando será que os crimes contra animais vão merecer toda a seriedade que necessitam????

IP LogadoPróxima Mensagem
Teka
Gatinho

Postagens: 289
Registro: 23/08/2005
Local: sinop - MT - Brasil
Idade: 27 anosSexo Feminino
 Postado em 11/01/2006 1:22:00 PM

sem comentarios...
se a justiça dsse país mal funciona com os humanos,
imagina com os animais...
um desgraçado desses tinha q apodrecer na cadeia mais imunda q tiver...
e ainda assim n vai pagar toda a dor e sofrimento da coitada!
eh verdade o q vc disse, Bianca, estamos d maos atadas...
Até quando???

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Ana
Demarcando território

Postagens: 372
Registro: 31/12/2004
Local: São Paulo - SP - Brasil
Idade: 46 anosSexo Feminino
 Postado em 15/01/2006 3:40:00 PM

A afirmação que "o cão era de rua e não tinha dono” não tem NADA a ver.
De acordo com o Código de Defesa dos Animais, todos os animais estão sob custódia do Estado.
Esse delegado é um INCOMPETENTE.

Quanto ao infeliz, devia ser torturado com requintes de crueldade!!!
ÓDIOOOOOOO!


IP LogadoMensagem Anterior
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis